sábado, 23 de abril de 2011

MOVIMENTO





A chuva lavou as ruas...

Não consegui agarrá-la,

não me lavou a alma.

Assim estou... na rua lavada...



Imagem Google

11 comentários:

Licas disse...

Obrigada Laura

Entraste pela primeira vez no meu blog, para me dares força. Fizeste-o de uma maneira suave, mas que me tocou.
Para já na minha vida ainda estão pedaços, e sinto-os ainda sem força para se juntarem, mas ... estou a fazer um esforço e espero que com ele e a ajuda das velhas amigas e das novas como tu, aos poucos eu consiga encontrar a estabilidade e união.
beijinhos ... Regressa com puderes. Gostei de ti.
Licas

Licas disse...

Não é com puderes... mas sim QUANDO puderes. Desculpa!

Laura disse...

Licas

Há nesta virtualidade da net um fenómeno ímpar. Vamos criando laços, vamos derretendo tensões, desbaratando tristezas e agarrando-nos uns aos outros para continuarmos, para enfrentarmos o que de mau e até de bom nos bate à porta.

Já me consegui equilibrar e reforçar pedaços de mim através dos laços que aqui se criam. Ontem eu, hoje faço o que já fizeram por
mim.

Beijinho e muita Força.

Manuel disse...

Em tão poucas palavras tanto pode ser dito.
Este poema é magnifico pelo conteúdo e pela mensagem que nos deixa.
Belissimo.

Rafael Castellar das Neves disse...

Que bonito!!

Simples e direto...gostei!

[]s

Laura disse...

Manuel

Fico sem saber o que lhe dizer, a não ser obrigada pela apreciação.

Beijinho

Laura disse...

Rafael Castellar das Neves

Vindo de si, de quem já li textos lindíssimos, fico sem saber o que dizer...

Vou continuar a escrever e a esperar o seu comentário.

Beijinho

JB disse...

Primeiro parabéns pelas poesias que alimentam o seu espaço!

O seu ícon, pintura de Rafal Olbinski, já foi "tela" para um pequeno texto que também escrevi...

Quanto à chuva, de que gosto muito, por vezes é verdade, apenas nos molha a pele...

Beijinho!

manuel marques disse...

A chuva movimentada pelo vento molhou meu rosto,senti um frescura na minha alma.

Beijo.

Laura disse...

JB

Agradeço a sua visita.

Espero que continue a vir até aqui e a deixar o seu parecer sobre o que produzo.

Beijinho

Laura disse...

Manuel Marques

Se as minhas palavras têm o poder de fazer sentir nas outras pessoas, fico feliz.

Beijinho